Chamadas encerradas

Oralidade na perspectiva do ensino de línguas

Prazo de envio: Até 31 de julho de 2022.

Organização: José Rodrigues de Mesquita Neto (UERN), Ana Graça Canan (UFRN)

Resumo: A oralidade é uma habilidade linguística relacionada com a produção do discurso. Suas capacidades comunicativas abarcam tanto conhecimentos socioculturais e pragmáticos quanto requer domínio de pronúncia, léxico e gramática de uma língua, seja materna ou estrangeira. No tocante ao ensino da língua materna, autores como Oliveira (2010) e Carvalho e Ferrarezzi Jr. (2018) se perguntam e se questionam qual o papel e como a oralidade deve ser abordada na sala de aula. No ensino de línguas estrangeiras, é evidente que a oralidade faz parte das aulas, pois é a partir dela que o aluno se comunica. Vázquez (2000), Fernández (2007) e Alves (2020) são exemplos de autores que desenvolvem pesquisas nas áreas da oralidade, pronúncia e ensino. Apesar disso, ainda há muito o que se discutir sobre as estratégias e abordagens que são apresentadas na prática da habilidade oral. Por este motivo, esta chamada visa unir trabalhos de diferentes pesquisadores, tanto nacionais quanto de outros países, com o objetivo de problematizar, discutir e divulgar os diversos estudos e olhares que o ensino da oralidade vem recebendo nos últimos anos.

São aceitos texto em língua portuguesa, inglês e espanhol

Palavras-chave: Oralidade. Ensino de línguas. Aquisição e aprendizagem de línguas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.