Editora Diálogos

Do Mangue à Fábrica: as transformações nas relações de trabalho e de gênero em territórios pesqueiros de Goiana/PE

A análise das transformações nas relações de trabalho e nas relações sociais de gênero nos territórios tradicionais e pesqueiros de Goiana/PE é o objeto deste livro. São reflexões sobre os modos de vida e de trabalho nos tempos antigos para contrastá-los com os dias atuais, uma vez que na atualidade o território de Goiana tem recebido grandes empresas, entre elas o grupo Fiat/Jeep/Chrysler, que por meio das sistemistas, tais como a LEAR Corporation, contratou mulheres marisqueiras para o trabalho de costura dos bancos automotivos. Dessa maneira, visa-se conhecer de que modo se processam as transformações e as permanências nas relações de gênero e de trabalho dessas mulheres, que passaram de um trabalho tradicional, na maré, e toda a sociabilidade a ele relacionada, para uma relação de trabalho na fábrica, com repercussões no tempo, no espaço e na sociabilidade, típicas de uma rotina fabril.
Valéria Costa Aldeci de Oliveira
Possui Graduação e Mestrado em Serviço Social pela UFRN, Doutorado em Sociologia pela UFPB. Trabalha na UFPB, atuando como docente no Departamento de Serviço Social e coord. do curso nas gestões 2019-2021 e 2021- 2023. Pesquisadora do LAEPT (laboratório de estudos sobre Trabalho e Políticas Públicas da Sociologia UFPB e do LABORES (Núcleo de Estudos sobre o Trabalho). Atua com os seguintes temas: Trabalho, gênero, territórios rurais e tradicionais (pesqueiros e quilombolas). Lattes: http://lattes.cnpq.br/0799686133204651.


OLIVEIRA, V. C. A. Do Mangue à Fábrica: as transformações nas relações de trabalho e de gênero em territórios pesqueiros de Goiana/PE. Tutóia/MA: Diálogos, 2022.https://doi.org/10.52788/9786589932154



Prefácio

Apresentação

Aproximações argumentativas


CAPÍTULO 1 - Nos tempos antigos: a economia moral e as relações de gênero nos territórios pesqueiros de goiana/PE
O Município de Goiana: origens, desenvolvimento econômico, trabalho e gênero
Breve histórico sobre as primeiras fábricas da região de Goiana e os primórdios da modernização capitalista na cidade
A comunidade pesqueira de Tejucupapo: a terra das Heroínas e a identidade de gênero
A povoação de São Lourenço: memórias das condições de vida, do trabalho e das relações de gênero
Conclusão do capítulo

CAPÍTULO 2 - O tempo presente - resistências e conformações ao desenvolvimento de Goiana: mudanças nas relações de trabalho e as repercussões para as relações sociais de gênero
Desenvolvimento para quem?
Situando brevemente o cenário do desenvolvimento industrial no Nordeste e o impacto para as comunidades tradicionais
Desenvolvimento de goiana e ralações de gênero sob o signo das marisqueiras e quilombolas: as experiências das mulheres de luta
Conclusões do capítulo

CAPÍTULO 3 - As metamorfoses nas experiências de gênero e trabalho nos territórios pesqueiros de Goiana/PE
Situando brevemente as relações entre gênero e trabalho: as lutas feministas e estudos acadêmicos
Transformações no âmbito da família e nas relações sociais de gênero
As transformações no mundo do trabalho: tempo e gênero
A fábrica de automóveis Jeep/Chysler/Fiat e sua cadeia produtiva - o caso da Lear Corporation
Conclusões do capítulo

CAPÍTULO 4 - De uma vida na maré para uma vida operária
Perfil das operárias entrevistadas
A qualificação das mulheres da maré em costureiras: expectativas e resistências ao trabalho fabril
O curso de costura: a questão não é só “saber costurar”
A viagem ao México
O temido teste do Parafuso
A disciplina necessária na fábrica: ajustamento da subjetividade a cultura do trabalho fabril
Os sentidos sobre as mudanças em relação ao espaço e ao tempo na vida familiar, nas relações de gênero e nas relações comunitárias
Conclusão do capítulo

Conclusão

Referências

Índice remissivo

ISBN: 978-65-89932-15-4

|

Start typing to see products you are looking for.
×

Olá!

Selecione abaixo um de nossos colaboradores para iniciar o atendimento

×