Letramento nos Andes: relatos de vivências em comunidade e em sala de aula

  • Sinopse
  • Sobre a autora
  • Como citar
  • Sumário
Letramento nos Andes: relatos de vivências em comunidade e em sala de aula, vem preencher uma lacuna de estudos, pesquisas e ações de letramento em nosso país sobre outra cultura que atribui diferentes valores e vivencia práticas sociais de leitura e escrita peculiares. Magda Soares afirma que nos faltam pesquisas como a clássica de Shirley Heath, relatada em seu livro Ways with Words e como outras descritas pelos estudiosos do grupo dos New Literacies Studies. Assim, a necessidade de estudos sob a perspectiva antropológica do letramento, desperta agora no pesquisador brasileiro, o desejo de realizar outras pesquisas, fora do território nacional, entre grupos socioculturais com diferentes níveis de acesso aos bens culturais, com diferentes graus de acesso ao material escrito e, portanto, que atribuem valores diferentes à cultura escrita. O quadro no qual a pesquisa foi realizada é um terreno fértil para pesquisas futuras: o altiplano boliviano, na Cordilheira dos Andes, com climas e tradições culturais oriundas dos Incas, que até hoje vivencia rituais e trocas de experiências, que recobre fenômenos antigos e fenômenos novos, resultantes das mudanças nas sociedades atuais e com seus relacionamentos com a cultura escrita, especialmente em tempos de novas tecnologias. A promessa desse livro é “tensionar” os (pre)conceitos que carregamos sobre letramento, focalizando outras áreas de estudo para um fenômeno de grande complexidade.

ANA CARLA BARROS SOBREIRA

Licenciada em Letras UFPB e Especialista em Ensino de Línguas Mediado por Computador UFMG. Tem mestrado em Estudos Linguísticos (UFU), no qual desenvolveu pesquisa em comunidades indígenas na Cordilheira dos Andes- Bolívia. Atualmente é doutoranda em Letras no Departamento de Letras Modernas da USP, onde realiza investigação etnográfica sobre as narrativas expressas nas saltas andinas e nas mensagens que perpassam os khipus. Suas linhas de pesquisa abordam as Teorias Decoloniais e as Epistemologias do Sul.


SOBREIRA, Ana Carla Barros. Letramento nos Andes: relatos de vivências em comunidade e em sala de aula. Tutóia/MA: Diálogos, 2021.




INTRODUÇÃO
Letramento: algumas ressignificações
Os modelos autônomo e ideológico de letramento
Práticas e Eventos de Letramento
A Teoria da Grande Divisão: oralidade vs. escrita
A magia do alfabeto: ideologia e poder na escrita em Quéchua

A PESQUISA

O ayllu andino e as escolas ayllus
O Ayllu Pacajes
Localização geográfica
As Comunidades de Coriviri e Machacoya
O contexto político e educacional
O modelo sociocomunitário produtivo
A Ley 070 Avelino Siñani y Elizardo Perez
A Escola América
Infraestrutura
O Espaço Iconográfico da Escola América e a sala de aula
Os Participantes da Pesquisa
O Professor Hilarión Pinaya
Os alunos, alunas pais e mães
Os instrumentos da coleta de dados
Os registros
Critérios da seleção dos registros para a análise

OS DADOS
A Análise de Conteúdo de Bardin
O contexto da análise
As entrevistas orais e conversas informais
As entrevistas escritas e os questionários
O Diário de Campo
As categorizações para a análise
Igualdade na escrita com o Espanhol
O contexto do estudo
Discussão dos dados e dos resultados obtidos
Apreciações finais e encaminhamentos

REFERÊNCIAS

NOTA

ÁLBUM DE FOTOGRAFIAS

SOBRE A AUTORA

ISBN: 978-65-992824-2-3

|

×

Olá!

Selecione abaixo um de nossos colaboradores para iniciar o atendimento

×