Protagonismos de mulheres nas artes e na sociedade: da representação à resistência vol. 1

  • Sinopse
  • Sobre a organizadora
  • Como citar
  • Sumário
As questões que conduzem os debates acerca das pesquisas de gênero associadas às Artes e às Literaturas, de modo amplo (CANDIDO, 1988), configuram a temática principal deste livro. Pensar o feminino representado nas Artes de maneira humanizada constitui um desafio que transita entre as representações mormente silenciadoras e as autoapresentações que veiculam vozes há muito silenciadas em existências subalternizadas. Estes artigos discutem as autorias de mulheres em obras afro-brasileiras, latino-americanas e portuguesas envoltas em aspectos identitários históricos.

Meire Oliveira Silva

Doutora em Teoria Literária e Literatura Comparada pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP), é docente do curso de Letras na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), campus Foz do Iguaçu. É também autora de Liturgia da pedra: negro amor de rendas brancas (2018) e O cinema-poesia de Joaquim Pedro de Andrade: passos da paixão mineira (2016) e desenvolve pesquisas em História do documentário brasileiro e Teoria do cinema documentário.


Lattes: http://lattes.cnpq.br/5950515096751794
ORCID iD: https://orcid.org/0000-0002-4863-6062
E-mail: meire_oliveira@uol.com.br.



SILVA, M. O. Protagonismos de mulheres nas artes e na sociedade: da representação à resistência vol. 1. Tutóia/MA: Diálogos, 2021. 2 v. https://doi.org/10.29327/533121



Sumario:

Apresentação

CAPÍTULO 1 - A construção do ethos feminino nas mídias digitais: a hipersexualização do corpo da mulher à luz da análise do discurso
Francilane Lima de Sousa, Antônio Michel de Jesus Oliveira Miranda, Eva de Moraes Lima Moura

CAPÍTULO 2 - “Eu adoro a minha pele negra”: uma análise sobre memória social e interseccionalidade sobre a vida de Carolina Maria de Jesus

Monique Valgas Ferreira, Lúcia Regina Lucas da Rosa

CAPÍTULO 3 - A linguagem de Carolina Maria de Jesus: memória, identidade e linguagem em espaços periféricos
Poliana Bernabé Leonardeli

CAPÍTULO 4 - A mulher negra na dramaturgia brasileira contemporânea e o feminismo negro descolonial
Carolina Montebelo Barcelos

CAPÍTULO 5 - A poesia da mulher negra como forma de resistência
Serafina Ferreira Machado

CAPÍTULO 6 - Os múltiplos afetos de mulheres negras na prosa de Elizandra Souza
Luciana Sacramento Moreno Gonçalves, Mikaella Jennifer Borges Neves

CAPÍTULO 7 - A violência simbólica no conto “Natalina Soledad”, de Conceição Evaristo
Ruth Fonseca Abecassis, Francisco Bezerra dos Santos

CAPÍTULO 8 - Identidades femininas e étnico-raciais em Insubmissas lágrimas de mulheres, de Conceição Evaristo
Valdício Almeida de Oliveira, Bárbara Rafaela Silva de Lima, José Rodrigues da Silva,Maria Rosileide da Silva

CAPÍTULO 9 - Nísia Floresta e a experiência da escrita feminina no século XIX
Luma Pinheiro Dias, Teresinha de Jesus Mesquita Queiroz

CAPÍTULO 10 - Nico Robin: a realidade de mulheres na narrativa do “demônio de ohara” em One Piece
Rebeca Lahass

CAPÍTULO 11- Judith Teixeira: uma poética do corpo
Tayza Codina de Souza Medeiros Guedes

CAPÍTULO 12 - A vestal e o imane: desdobramentos literários do feminino narcísico e confessional na obra e na biografia de Florbela Espanca, escritora modernista portuguesa
Zilda de Oliveira Freitas

CAPÍTULO 13 - Memórias da ditadura paraguaia na obra de Paz Encina
Meire Oliveira Silva

Sobre a organizadora

Sobre os autores e autoras

Indice Remissivo


ISBN: 978-65-994639-4-5 

|

×

Olá!

Selecione abaixo um de nossos colaboradores para iniciar o atendimento

×