Formação de professores de Língua Portuguesa: interfaces teórico-práticas

  • Sinopse
  • Sobre o autor
  • Como citar
  • Sumário
Este livro traz à tona reflexões acerca do Estágio Supervisionado de Língua Portuguesa e suas respectivas Literaturas. Para esse fim, tem-se como objetivo investigar a formação inicial dos professores de Língua Portuguesa, por meio das relações estabelecidas nos pressupostos teórico-acadêmicos e a prática pedagógica durante o Estágio Supervisionado. O estudo teve como colaboradores quatro professores aprendizes e uma professora supervisora de uma Instituição Pública do estado do Tocantins. As análises revelaram que a articulação entre teoria e prática não deve ser limitada ao processo de aplicação de aspectos teóricos nas escolas laboratórios. Todavia, os saberes vivenciados na licenciatura, bem como as teorias e conteúdos apreendidos durante a formação acadêmica dos professores aprendizes necessitam articular-se com o ambiente ou contexto social no qual eles atuarão, de maneira que os saberes teóricos apropriados estejam sujeitos a modificações e reformulações da prática pedagógica. Ainda, a necessidade de reflexão sobre as vivências (antes, durante e depois do estágio) com o intuito de possibilitar aos professores-aprendizes a ressignificação de suas práticas.

Ruy Martins dos Santos Batista
Doutorando em Linguística pelo PPGL da Universidade de Brasília/UnB e mestre em Letras (Estudos Linguísticos) pela Universidade Federal do Tocantins/UFT. É especialista em Educação a Distância e as Tecnologias Educacionais; especialista em Docência do Ensino Superior. Licenciado em Letras: Português/Inglês. Integrante dos Grupos de Pesquisa: SIGNO - Os significantes e os significados do ensino e da produção de textos: pesquisa, ação e reflexão (UnB/CNPq) e Práticas de Linguagens (UFT/CNPq). Possui publicações que tematizam práticas de ensino e aprendizagem de línguas (análise linguístico-discursiva) e formação de professores de Língua Materna. Tem se dedicado, especificamente, a pesquisas sobre práticas sociais de leitura e escrita em contextos educacionais.



BATISTA, R.M.S. Formação de professores de Língua Portuguesa: interfaces teórico-práticas. Tutóia/MA: Diálogos, 2021. https://doi.org/10.52788/9786599463983



APRESENTAÇÃO

CAPÍTULO 1 - AS RELAÇÕES TEÓRICO-ACADÊMICO: TRAÇADOS PARA UMA FORMAÇÃO CRÍTICO-REFLEXIVA
Formação de Professores: desafios e perspectivas no fazer docente
Marco histórico do curso de Letras: o que dizem os documentos
Formação de professores de Língua Portuguesa: desafios para uma Educação Linguística

CAPÍTULO 2 - ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE LÍNGUA MATERNA E OS DISPOSITIVOS DE FORMAÇÃO DOCENTE
O Estágio Supervisionado enquanto componente curricular
O Estágio Supervisionado no Projeto Político Pedagógico do Curso de Letras do IFTO

CAPÍTULO 3 - ASPECTOS METODOLÓGICOS DA PESQUISA: O CAMINHO PERCORRIDO
A pesquisa em Linguística Aplicada
Abordagem qualitativa-interpretativista
Contexto da pesquisa
Participantes da pesquisa
Procedimentos para coletas de dados
Procedimentos para análise dos dados

CAPÍTULO 4 - DISCUSSÃO E ANÁLISES DOS DADOS: O ESTÁGIO SUPERVISIONADO E A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE LÍNGUA PORTUGUESA
O docente como professor-orientador do Estágio Supervisionado
O Estágio Supervisionado na formação do professor-aprendiz: o olhar do professor-orientador
O professor-regente no Estágio Supervisionado à luz do professor-orientador e professor-aprendiz
O contato com a realidade docente: a regência
O ensino de língua no Estágio Supervisionado: representações dos professores-aprendizes
Os desafios do estágio supervisionado e o início da carreira docente

CONSIDERAÇÕES FINAIS

REFERÊNCIAS

SOBRE O AUTOR

ÍNDICE REMISSIVO

ISBN: 978-65-994639-8-3

|

×

Olá!

Selecione abaixo um de nossos colaboradores para iniciar o atendimento

×